728x90 AdSpace

  • Latest News

    Arquivo Adventista. Tecnologia do Blogger.
    terça-feira, 4 de agosto de 2015

    O Que a Bíblia Diz Sobre o Preconceito Racial


    INTRODUÇÃO: Texto Bíblico principal: Números 12:1-15
    1. O que a Bíblia tem a nos orientar sobre preconceito e racismo?
    2. O que Deus nos diz sobre pessoas preconceituosas e racistas?
    Depois que a esposa de Moisés ou mesmo seu sogro Jetro deu a sugestão a seu genro para escolher líderes para administrar todo o povo para aliviar a carga de Moisés, Miriam e Arão falaram contra Moisés atacando sua esposa com palavras impregnadas de preconceito e racismo.  
    1. O PRECONCEITO E O RACISMO HUMILHAM E DESPREZAM ATÉ AS PESSOAS MAIS CONSAGRADAS – Números 12:1-3
    2. O preconceito e o racismo se apresentam em forma de crítica e quem critica está se colocando num patamar mais elevado chamado orgulho: Miriam criticou a esposa de Moisés por causa de sua cor escura insultando-a ao chamá-la de cuxita ou etíope sendo que ela era midianita.
    3. O preconceito e o racismo visam denegrir o valor das pessoas: Não encontramos evidência nenhuma de que Zípora era da linhagem de Cus, neto de Noé, origem associado à Etiópia (Gênesis 10:6-7), mas ela era descendente de Midiã, filho de Abraão com Quetura (Gênesis 25:1-4); mas foi chamada de cuxita de maneira difamatória.
    4. O preconceito e o racismo são tão universais como é o pecado: As pessoas preconceituosas e racistas estão cheias de orgulho que se expressa humilhando, desprezando e desvalorizando as pessoas; é por isso que racismo e preconceito é pecado.
     
    1. O PRECONCONTEITO E O RACISMO ATACAM INDIRETAMENTE A DEUS – Números 12:4-9
    2. O preconceito e o racismo são injustiças na prática: As pessoas não podem escolher sua cor, sua raça, suas caraterísticas físicas (Jeremias 13:23). E por isso não se deve escravizá-las, discriminá-las, explorá-las, oprimi-las e culpa-las pela forma física.
    3. O preconceito e o racismo são insultos ao próprio Deus: Deus é o Criador das diversidades de raças que existem no mundo inteiro (Atos 17:26). Como todos os seres humanos foram criados por Deus, quando insultamos alguém insultamos o Deus que gosta de diversidades e variedades.
    4. O preconceito e o racismo são pecados que Deus não tolera: Deus lida com os racistas seriamente e questiona suas motivações perversas (Números 12:4, 8),porque a questão do racismo é uma acusação indireta ao próprio Deus.
     
    1. O PRECONCEITO E O RACISMO ACABAM EM PUNIÇÃO DIVINA – Números 12:10-15
    2. Não existe nenhuma razão para alguém se orgulhar da cor de sua pele: Miriam deve ter pecado por orgulho de sua própria raça “israelita”, e ao considerar-se superior à raça de Zípora atacou a cor de sua pele de midianita que era um pouco mais escura que a sua. E Deus puniu Miriam tornando sua pele branca como escamas (lepra) contrastando-a ainda mais com a pele de Zípora.
    3. Não existe como não sofrer as consequências divinas por causa do preconceito e racismo: Em todas as época, em todos os lugares onde existiu o racismo foram marcados por sangue, brigas, guerras e mortes. Miriam insultou Zípora por causa da cor de sua pele e foi punida e foi punida em sua pele, a qual tornou-se “leprosa como a neve” por sete dias. A pele branca não era saudável e por isso não havia razão para orgulhar-se dela.
    4. Não existem limites para o perdão de Deus, Ele perdoa o pecado do preconceito e racismo: Moisés intercedeu por sua irmã leprosa e Deus a curou. Interessante é que a lepra do seu coração foi curada com a lepra de sua pele.
      CONCLUSÃO:
    1. O racismo é uma lepra moral que se estampa no coração do pecador: Racismo e preconceito é pecado tanto quanto qualquer outro pecado que nos afasta de Deus e nos atira para as trevas imorais da discórdia, zombaria e confusão.
    2. O racismo e o preconceito devem ser eliminados do meio do povo de Deus: Pela graça de Deus é necessário desarraigar o racismo, as discriminações e escravidão que existe em nosso coração.
    3. O racismo e o preconceito são curados quando se aceita a Cristo plenamente: Cristo perdoa e restaura o pecador e o integra à Sua igreja, a qual é uma comunidade mundial multicultural.
      APELO:
    1. Agora você sabe o que Deus pensa sobre o racismo e o preconceito, pense como Deus!
    2. Agora você sabe que Deus é Deus de diversidades, ame as diversidades raciais!
    3. Agora você sabe que em Deus há redenção para o racista e preconceituoso, humilhe-se e arrependa-se diante de dEle e integre-se na multicultural igreja de Cristo.
      Pr. Heber Toth Armí Fonte: http://portal-biblico.blogspot.com.br/
    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: O Que a Bíblia Diz Sobre o Preconceito Racial Rating: 5 Reviewed By: Fernanda Ferreira
    Scroll to Top